Ofertas Públicas

Quando as empresas abrem capital, você abre as portas para novos investimentos.

Invista em quem abre capital.

As Ofertas Públicas são uma maneira de empresas e fundos captarem recursos no mercado financeiro para realizar investimentos, pagar dívidas e equilibrar suas finanças. Nelas, são emitidas, através da intermediação de uma ou mais instituições financeiras, Ações, cotas de Fundos ou outros títulos de crédito, como Debêntures, para você investir.

Tipos de ofertas:

Oferta Pública Inicial (IPOs)

Também conhecidas como IPOs (do inglês, Initial Public Offering), a Oferta Inicial representa a abertura de capital de uma empresa. É por meio dessa operação que uma companhia emite Ações para serem negociadas na Bolsa de Valores pela primeira vez.

Oferta Subsequente ​(Follow-on)

Neste caso, a empresa já possui ações negociadas na Bolsa, mas decide ampliar o seu número no mercado, por meio de uma nova Oferta, que pode ser primária ou secundária. A primária ocorre quando a empresa emite novas ações, aumentando seu capital social. Já a secundária ocorre quando diversos acionistas vendem suas próprias ações.

Conheça a lista de Ofertas Públicas em andamento.

Veja quais são as Ofertas Públicas em andamento no Brasil e confira os detalhes de cada uma.

Ativos que podem ser alvos de Oferta Pública:

Ações

Comprando Ações na B3, você adquire uma parte dessa empresa e vira acionista dela.

Fundos Imobiliários

Junte-se a outros investidores e invista no mercado imobiliário sem comprar um imóvel.

Debêntures

Invista em títulos emitidos diretamente por empresas e impulsione sua carteira.

Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs)

Os CRIs antecipam crédito para construtoras e incorporadoras financiarem a construção de empreendimentos.

Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs)

Os CRAs antecipam crédito para cooperativas e produtores rurais desenvolverem seus projetos.

Aproveite nossos conteúdos e descubra mais sobre investimento em Ofertas Públicas.