Renda fixa

LCI e LCA

Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio: rentabilidade com isenção de Imposto de Renda.

Vamos dar a letra para você investir com isenção de IR: LCI ou LCA.

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos de Renda Fixa sem incidência de I.R. sobre o rendimento. Nesta operação, você empresta dinheiro para instituições financeiras, recebe o pagamento de juros sobre o valor investido e colabora com o desenvolvimento destes dois setores tão importantes para a nossa economia.

Os títulos são diferentes, mas as vantagens valem para os dois:

Segurança

Ambos têm cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que protege o seu patrimônio em até R$ 250 mil.

Isenção de IR

Não existem tributos sobre os seus rendimentos, ou seja, nada do que você ganhar investindo será descontado.

Menos riscos

A rentabilidade da LCI ou da LCA pode ser prefixada, pós-fixada ou híbrida, para você investir sem surpresas.

LCI e LCA: o melhor da Renda Fixa vem em dose dupla.

Tipos de LCI e LCA:

Prefixado

Possui juros fixos, que permanecem iguais até terminar sua aplicação.

Pós-fixado

Normalmente, tem juros atrelados ao CDI, com rentabilidade calculada dentro desse indicador.

Híbrido

É quando uma parte da rentabilidade é definida na hora da aplicação e a outra é vinculada à variação futura de um índice econômico, como o IPCA, por exemplo.

Principais dúvidas sobre LCI e LCA.
Qual a diferença entre LCI e LCA?
Não existem fatores que diferenciam a LCI da LCA de forma realmente significativa, a não ser que você tenha preferência por investir em um dos setores especificamente, de imóveis ou do agronegócio. Na maioria das vezes, as pessoas levam em consideração a taxa de rendimento, o prazo total do investimento e o valor mínimo para começar a aplicar. Apesar da obrigação das instituições financeiras usarem esses recursos no setor imobiliário ou no agro, o risco é da instituição financeira que emitiu o título.
Quais as vantagens de investir em LCI e LCA?
A maior vantagem de investir em LCI e LCA é que são títulos isentos de Imposto de Renda, ou seja, você consegue aproveitar 100% da sua rentabilidade. Isso diferencia a LCI e a LCA de outros investimentos de Renda Fixa, como CDBs, títulos do Tesouro Direto e Debêntures. Outra grande vantagem é a garantia de até R$ 250 mil do FGC, o Fundo Garantidor de Créditos.
Qual o valor mínimo para investir em LCI e LCA?
Geralmente, é exigido um valor mínimo para você começar a investir. É possível investir em diferentes versões do título, os valores mínimos variam de R$ 1 mil a R$ 50 mil.
Qual a rentabilidade da LCI e da LCA? Vale a pena investir?
Se você procura uma aplicação para sair da poupança, a LCI e a LCA podem ser uma ótima alternativa. A rentabilidade é calculada com base no tipo escolhido: prefixado ou pós-fixado. No entanto, atualmente, a LCI e a LCA costumam ter taxas próximas do CDI, índice econômico muito usado na Renda Fixa. Como contam com isenção de I.R. no resgate, a rentabilidade líquida para o investidor é superior.
Em quanto tempo posso resgatar meu investimento?
Diferente de outros tipos de aplicações, com a LCA e a LCI, você só pode resgatar seu dinheiro depois de, no mínimo, 90 dias.
Porque LCIs e LCAs podem ser melhores que a poupança?
Por serem investimentos de Renda Fixa, a LCI e a LCA trazem a segurança da poupança, só que com maior rendimento, geralmente acima do CDI. Além disso, por ter isenção de IR, faz com que a rentabilidade seja totalmente líquida.
O que garante a proteção do FGC?
Apesar de as chances serem mínimas, caso a instituição financeira que lançou o título venha a falir, o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) se responsabiliza para que você recupere até R$ 250 mil (por CPF e por instituição financeira) e no agregado de até quatro instituições financeiras (cada uma no limite individual de R$ 250 mil).